Este espaço é dos alunos da turma D do 11º ano da Escola Secundária de Emídio Navarro em Viseu e está inserido na disciplina de Física e Química A. Nele se escreverá sobre assuntos relacionados com a Física e com a Química, mas não só.

13
Out 08

Sistemas de posicionamento global

GPS

O sistema de posicionamento global, mais conhecido por GPS, é um sistema de posicionamento por satélite americano, utilizado para determinar a posição de um receptor na superfície da Terra ou em órbita.

O seu segmento espacial é formado por 24 satélites que têm como características:

-obter energia através de painéis solares;

-descrever órbitas aproximadamente circulares em torno da Terra;

- transmitir e captar ondas electromagnéticas que transportam dados referentes a posição e tempo;

-possuir cada um 4 relógios atómicos;

- ter uma imprecisão de 10 metros de localização;

- estar colocados a 19800 metros acima da superfície.

Os segmentos de controlo são constituídos por 5 estações terrestres dispersas pelo planeta. Estas têm como função controlar a posição dos satélites, a velocidade e o tempo marcado nos seus relógios, analisar as condições climatéricas que introduzem erros no sistema e efectuar correcções às órbitas e relógios dos satélites através do envio de informação codificada.

O GPS começou a ser utilizado apenas para fins militares, mas actualmente é usado para vários fins civis tais como: navegação marítima, terrestre e aérea, segurança de veículos, mapeamento e na gestão de tráfego e detecção de situções de emergência.

Galileo

O Galileo é um sistema de posicionamento global por satélite europeu. Concebido desde o início como um projecto civil, em oposição ao GPS, tendo várias vantagens: maior precisão, maior segurança e menos sujeito a problemas. Além disso, o sistema será inter-operável com os outros dois sistemas, (GPS e o GLONASS russo já existentes) permitindo uma maior cobertura de satélites.

O Galileo será composto por um conjunto de 30 satélites colocados em órbita a cerca de 23000 quilómetros acima da terra. O sistema vai permitir a localização por satélite com um desvio máximo de 1 metro.

Um estudo da AAE (Agência Espacial Europeia), demonstra que o Galileo poderá trazer benefícios económicos e sociais na ordem dos 74 milhões de euros por volta do ano 2020, incluindo melhores sistemas de transporte (aéreo, terrestres e marítimos), menos poluição e a criação de cerca 140 mil empregos.

 

 

publicado por Simao às 17:06

Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

14
15
16
17
18

19
20
21
22
24
25

26
28
29
30
31


arquivos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO